Partilhe

Thierry Neuville e Andreas Mikkelsen lutam esta semana pelo segundo lugar do Mundial de Ralis (WRC), no Rali da Austrália. O belga da Hyundai parte em vantagem, 14 pontos à frente do rival da Volkswagen, numa luta que matematicamente conta ainda com Hayden Paddon e Dani Sordo.

Na antevisão à ronda final de época, Neuville explica que “aqui o solo pode ser um pouco mais abrasivo e as temperaturas muito mais elevadas do que em Gales, pelo que vai ser um desafio completamente diferente para nós e para o carro. É muito bom chegar aqui no segundo lugar. O Nicolas Gilsoul (co-piloto) e eu estamos entusiasmados por terminar a época em alta”.

O rival do belga é Mikkelsen, que se despede da Volkswagen nesta prova: “Vai ser um rali muito emotivo, como sabemos é o último da Volkswagen. Queremos despedir-nos com um bom resultado na Austrália, e isso é também importante para o Anders Jæger (co-piloto) e para mim porque queremos terminar no segundo lugar dos campeonatos. Para o fazer, temos que vencer, o que não será fácil partindo em terceiro”, refere.

Matematicamente a luta pelo segundo posto do WRC envolve ainda Paddon e Sordo, ambos da Hyundai. O neozelandês enfrenta uma prova praticamente caseira e de que gosta, pretendendo estar “em posição de lutar pela vitória. Queremos dar o melhor espectáculo possível e dar o nosso melhor”. Já o espanhol garante que “vamos tentar ter um bom resultado e acabar a época de forma positiva. Estamos envolvidos numa grande luta no campeonato, por isso vai ser um final de época entusiasmante”.

Os nossos artigos mais recentes