Partilhe

Luca Baldisserri, antigo chefe de engenheiros da Ferrari, não vê em Sergio Marchionne ou Maurizio Arrivabene a capacidade de fazerem a Scuderia italiana regressar aos títulos.

Baldisserri vai mais longe e diz mesmo que a Ferrari já não é uma equipa, mas sim um grupo de pessoas assustadas e com medo de serem despedidas.

“Infelizmente, tanto o Marchionne como o Arrivabene não têm qualquer tipo de experiência no desporto motorizado, uma cultura que a Scuderia de hoje em dia perdeu”, começou por dizer.

“A Ferrari não é uma equipa, mas sim um grupo de pessoas assustadas. O clima é de medo. Ninguém assume riscos com medo de ser despedido a seguir.”

Sobre o novo modelo de gestão implementado por Sergio Marchionne, com uma estrutura mais horizontal e menos chefes, Baldisserri disse: “Não significada nada. A cadeia de liderança na Formula 1 tem de ser mais do que vertical, tem de ser militar.”

“Os número um estão lá para mostrar o caminho, para motivar pessoas, para decidir, e se tu cometes um erro, tu não devias ser despedido. Isto aconteceu com o Allison, foi uma grande perda.”

Luca Baldisserri abandonou a Ferrari na temporada passada, depois de ter sido parte importante da equipa que viu Michael Schumacher vencer 5 títulos consecutivos e onde liderou até à sua saída o programa de jovens pilotos da marca italiana.

Os nossos artigos mais recentes