Partilhe

O Diretor Técnico da Williams, Pat Symonds, diz que Fernando Alonso não devia ter escapado a uma penalização depois da colisão entre o piloto espanhol e Felipe Massa já nas voltas finais do Grande Prémio dos Estados Unidos.

Como consequência, Felipe Massa acabaria por ter de parar novamente nas boxes, com um furo no pneu da frente esquerdo, algo que Pat Symonds acredita que devia ter sido levado em conta pela FIA na hora de decidir em penalizar ou não Alonso.

“A FIA determinou que foi um incidente de corrida, algo com a qual eu não concordo”, disse Symonds.

“Só se fala no incidente em vez de se falar nas consequências do mesmo. Portanto a consequência não é parte do julgamento, mas devia. O piloto e os representantes da equipa partilham a sua opinião sobre o que se passou e cabe aos comissários decidir. Eles decidiram que foi um incidente de corrida.”

“Acho que o Alonso travou muito tarde. Mesmo depois de bater no Felipe, ele ainda saiu da pista. Portanto, mesmo depois de ter usado o Felipe como travão, ele ainda foi para lá dos limites da pista.”

“E depois ele ainda fez o mesmo com o Sainz algumas voltas mais tarde. Ele não bateu no Sainz, mas voltou a sair da pista, pensei que ele já estava a caminho do México”, terminou Symonds.

 

Os nossos artigos mais recentes