Partilhe

Thed Björk e José-María López ganharam as corridas do Mundial de Carros de Turismo (WTCC) em Xangai, nas quais Mehdi Bennani já comemorou a conquista do Troféu de Independentes. Depois de uma qualificação negativa Tiago Monteiro pontuou nas duas provas, mas mesmo assim perdeu 31 pontos para Yvan Muller na luta pelo segundo lugar do campeonato.

A emoção durou até ao fim na primeira corrida, em que Norbert Michelisz (Honda) assumiu a liderança no arranque mantendo-se na dianteira quase até à bandeira de xadrez. Björk, em Volvo, partiu de sexto mas recuperou até ao segundo lugar, começando então a ganhar tempo ao húngaro. A luta entre ambos aqueceu na parte final, e foi já na última volta que o sueco assegurou a ultrapassagem para a vitória, danificando ligeiramente o Honda de Michelisz.

A parte da carenagem do Civic que se soltou prendeu-se no LADA de Nicky Catsburg, que perdeu a luta pelo quarto posto contra López. Já Yvan Muller encerrou o pódio, com os cinco primeiros a chegarem próximos à recta da meta. Na corrida em que a Volvo se estreou a vencer, Monteiro arrancou de 14º e chegou aos pontos com a décima posição final, depois de perder o nono lugar para o colega da Honda, Robert Huff.

A corrida principal foi mais monótona, com López a dominar para ganhar com 11 segundos de vantagem para Muller. Mehdi Bennani encerrou o pódio monopolizado pelos Citroën ao superar Catsburg no arranque segurando depois o holandês durante toda a corrida. O resultado garante ao marroquino o título no Troféu de Independentes.

Gabriele Tarquini encerrou o top 5 no segundo dos LADA, enquanto Monteiro aproveitou um bom arranque para recuperar outra vez do 14º lugar na grelha até aos pontos. Desta feita o piloto do Porto foi oitavo, subindo à posição em que terminou depois de ultrapassar Tom Chilton.

Na ronda do WTCC na China destacam-se os títulos da Citroën nos construtores e de Bennani entre os pilotos Independentes. O campeonato só volta no início de Novembro, com a Ronda da Tailândia no traçado de Chang.

Resultado da primeira corrida:

Pos. Piloto Carro Tempo
Thed Björk Volvo 31m58,340s (16 voltas)
Norbert Michelisz Honda + 0,361s
Yvan Muller Citroën + 0,528s
José-María López Citroën + 2,215s
Nicky Catsburg LADA + 2,315s
Hugo Valente LADA + 6,290s
Tom Coronel Chevrolet + 6,911s
Fredrik Ekblom Volvo + 12,151s
Robert Huff Honda + 13,494s
10º TIAGO MONTEIRO Honda + 16,586s
11º Mehdi Bennani Citroën + 17,078s
12º James Thompson Chevrolet + 18,405s
13º Grégoire Demoustier Citroën + 26,284s
14º Ferenc Ficza Honda + 26,583s
15º Dániel Nagy Honda + 32,857s
16º Gabriele Tarquini LADA + 5 voltas
DNF Tom Chilton Citroën 9 voltas completadas
DNF John Filippi Chevrolet 2 voltas completadas
Volta mais rápida: Thed Björk, 1m52,578s (na volta 2)

Resultado da corrida principal:

Pos. Piloto Carro Tempo
José-María López Citroën 28m18,258s (15 voltas)
Yvan Muller Citroën + 11,037s
Mehdi Bennani Citroën + 12,742s
Nicky Catsburg LADA + 13,205s
Gabriele Tarquini LADA + 15,715s
Fredrik Ekblom Volvo + 18,176s
Thed Björk Volvo + 18,516s
TIAGO MONTEIRO Honda + 23,878s
Tom Chilton Citroën + 24,700s
10º Tom Coronel Chevrolet + 26,509s
11º Norbert Michelisz Honda + 30,202s
12º Hugo Valente LADA + 34,387s
13º Robert Huff Honda + 36,452s
14º James Thompson Chevrolet + 42,431s
15º John Filippi Chevrolet + 51,238s
16º Ferenc Ficza Honda + 57,430s
17º Grégoire Demoustier Citroën + 58,850s
18º Dániel Nagy Honda + 58,880s
Volta mais rápida: José-María López, 1m52,224s (na volta 2)

Os nossos artigos mais recentes