Partilhe

O piloto da Toro Rosso qualificou-se para o Grande Prémio de Singapura no 6º lugar, naquela que foi a sua melhor prestação, em qualificação, desde o inicio da temporada.

No entanto, um acidente logo à partida, que o obrigou a parar demasiado cedo e problemas relacionados com a bateria do seu carro, arruinaram por completo uma boa chance de pontuar, acabando por terminar a corrida na 14ª posição.

“Apesar dos danos, o nosso ritmo era bom, o problema foi termos de parar tão cedo [devido à bandeira preta e laranja]”, explica Sainz.

“Não sei o porquê de termos sido obrigados a parar, visto que não havia nada de perigoso no carro, mas tive de parar e, quando paras tão cedo, voltas à pista atrás de todo o tráfego e a tua corrida fica arruinada.”

“Depois, a bateria, na volta 20, tive de fazer 41 voltas com 600cv, isso foi mesmo o pior. Sem esse problema, pontuar teria sido possível.”

Os nossos artigos mais recentes