Partilhe

O suíço de 27 anos acredita que os carros do próximo ano serão mais físicos de pilotar e que isso pode representar um choque para os pilotos mais inexperientes.

O atual campeão de Formula E teve a oportunidade de testar os novos pneus da Pirelli para 2017 numa versão modificada do RB11, em Mugello, há algumas semanas atrás e ficou com boas impressões daquilo que está para vir.

“Os carros vão ser claramente mais rápidos. Vão ser muito mais rápidos, vão ser mais físicos de pilotar.”

“Eu acho que os Formula 1 vão voltar ao topo de serem muito difíceis de pilotar. Os pilotos mais novos vão ter medo do carro, e isso é bom.”

“Em termos de espetáculo, não sei. Os carros vão ser mais rápidos nas curvas, mas mais lentos nas retas, portanto é difícil dizer se vamos ver mais ultrapassagens, mas vai ser um desafio maior, e é isso que a Formula 1 é suposto ser.”

“Para os pilotos que já estão na Formula 1 há algum tempo, vai ser normal, mas para os mais novos poderá ser um choque. Fisicamente vai ser duro, e isso não tem sido o caso nas últimas 3 ou 4 épocas.”

Os nossos artigos mais recentes