Partilhe

Felipe Massa está de saída da Fórmula 1, terminando a sua carreira de 15 temporadas depois do GP de Abu Dhabi. O brasileiro revela agora que a decisão está assente no facto de não ter um monolugar competitivo à disposição, afirmando ainda que está a ponderar entre três campeonatos para 2017.

Em entrevista à estação televisiva brasileira SporTV, Massa explica que o abandono da F1 se prende com o facto de não poder correr para ganhar: “Sempre competi a pensar na vitória. O momento na F1 não é fácil, existem três a cinco equipas grandes. A Williams é uma equipa média. Entendi que a possibilidade de ter um monolugar para vencer começou a ficar difícil. Podia ter continuado, mas não da maneira que quero”, refere.

Mas a saída da Fórmula 1 não significa o pendurar do capacete, até porque o piloto brasileiro da Williams tem outras propostas. Massa afirma que “estou a conversar com três campeonatos para a próxima época. Um é o WEC, o das 24 Horas de Le Mans, e converso também com o DTM e a Fórmula E, que está a crescer bastante”.

Os nossos artigos mais recentes