Partilhe

Felipe Massa encerrou a carreira na Fórmula 1 com o nono lugar no GP de Abu Dhabi, depois de estar na luta pelo oitavo lugar com Sergio Pérez e Fernando Alonso nas derradeiras voltas da temporada de 2016.

O brasileiro da Williams começa por mostrar o seu orgulho “por ter lutado até à última volta da corrida da mesma forma que lutei na primeira volta da minha carreira. Quero agradecer a todos os que estiveram comigo, correndo juntos”.

Entre os vários agradecimentos à equipa britânica e aos adeptos, Massa garante também que “terminei a minha carreira de cabeça erguida, da mesma forma que a comecei. Também tive um pouco mais de cuidado com o monolugar, visto que será agora o meu monolugar – agradeço esse presente à Williams”.

Recorde-se que Felipe Massa estreou-se na F1 com a Sauber em 2002, temporada que terminou em 13º. Depois de uma época como piloto de testes da Ferrari voltou a Hinwil para 2004 e 2005, estreando-se como piloto titular da Ferrari em 2006, ao lado de Michael Schumacher, sendo terceiro.

Permaneceu em Maranello até 2013, tendo como ponto alto o segundo lugar no Mundial de 2008, que perdeu na última curva do GP do Brasil para Lewis Hamilton. Na Ferrari foi ainda colega de Kimi Räikkönen e Fernando Alonso. Juntou-se à Williams em 2014, disputando as últimas três temporadas com a histórica formação britânica, pela qual alcançou cinco dos seus 41 pódios (11 dos quais correspondentes a vitórias).

Os nossos artigos mais recentes