Partilhe

António Félix da Costa estreou-se com um quinto lugar pela Andretti na Fórmula E, na corrida que ontem (9 de Outubro) marcou o arranque da temporada 2016/2017. Foi uma corrida de recuperação em Hong Kong, depois de uma qualificação menos positiva devido a uma bandeira vermelha.

Partindo em 13º, o português ultrapassou vários rivais e conseguiu sair da troca de monolugar na oitava posição, ganhando ainda mais três lugares até à bandeira de xadrez – superou Nelson Piquet Jr., Jérôme d’Ambrosio e Oliver Turvey rumo ao quinto posto final.

A prova foi ganha pelo campeão em título Sébastien Buemi (e.Dams), na frente de Lucas di Grassi (Abt Audi) e do Mahindra de Nick Heidfeld. Destaque ainda para Mario Engel (nono na estreia) e para o 12º lugar de Adam Carroll, melhor da estreante Jaguar. Já José-María López regressou aos monolugares com um abandono.

Depois da corrida asiática de início de temporada, Félix da Costa fala de um bom começo para si e para a equipa depois de uma pré-época de muito trabalho. O português diz que a equipa está focada nos triunfos, lembrando contudo que “a nossa unidade motriz é totalmente nova, assim como a caixa de velocidades, portanto a nossa performance em relação a outras equipas era uma incógnita. Estou contente com o meu dia, é um início promissor na minha estreia com a Andretti e também da BMW na Fórmula E”.

A Fórmula E prossegue a 12 de Novembro com o ePrémio de Marraquexe. Já Félix da Costa volta à acção no próximo fim-de-semana, despedindo-se do DTM em Hockenheim. Na última ronda dupla da época o piloto de Cascais vai tentar ajudar a BMW a alcançar o título de construtores.

Os nossos artigos mais recentes