Partilhe

Arranque positivo de António Félix da Costa no GP de Macau de Fórmula 3. O português da Carlin alcançou a pole position provisória para a primeira corrida, ao superar Callum Ilott e Felix Rosenqvist. A sua melhor volta ao Circuito da Guia foi em 2m11,535s.

Depois do sétimo tempo no primeiro treino livre, Félix da Costa esteve em grande nível na primeira qualificação, o que lhe permitiu ficar mais de 0,200s à frente de Ilott. É um bom arranque, mas ainda nada está decidido na grelha de partida – amanhã há a fase decisiva da qualificação na qual os pilotos podem melhorar os seus registos, embora exista possibilidade de chover.

No balanço do primeiro dia do programa do GP de Macau, Félix da Costa começa por referir que depois do treino livre “senti que tínhamos que melhorar a afinação do monolugar e foi o que fizemos para a qualificação. A equipa esteve muito bem e tudo correu na perfeição para mim”.

Apesar de estar em boa posição para tentar repetir o triunfo de 2012, o piloto português alerta que é preciso estar totalmente focado durante todo o fim-de-semana e destaca que “o nível de pilotos estreantes e mais novos este ano está incrivelmente alto, todos estão a andar muito rápido, mas estou confiante”.

Na madrugada de quinta para sexta-feira há mais uma sessão de treinos livres e a qualificação decisiva para o GP de Macau de F3, enquanto a corrida de qualificação é no sábado. A grande final – Taça do Mundo FIA de F3 – é no domingo.

Os nossos artigos mais recentes