Partilhe

António Félix da Costa voltou a estar em destaque mundial com a segunda vitória no GP de Macau de Fórmula 3, mas garante já não pensar na Fórmula 1. O português está actualmente na Fórmula E e é piloto BMW, descartando também por completo regressar ao Circuito da Guia num monolugar de F3.

Em entrevista ao site Motorsport.com depois do triunfo em Macau, Félix da Costa refere que o resultado não vai mudar nada nem é um “lembrete” do seu talento. Reserva o seu futuro para a BMW, ao afirmar que “o meu futuro é na BMW e é agora a minha família”.

O regresso a Macau na F3 ou o “sonho” da F1 são cenários descartados, com o português a considerar que “não posso voltar, a F3 não é para mim. É para os estreantes e para os pilotos que precisam de ir para a F1. Já não vou para a F1, por isso foi a minha última vez em Macau num monolugar de F3. Vou voltar e fazer a prova com os mais velhos nos GT”.

Félix da Costa mostra ainda a sua satisfação por ver alguns dos seus anteriores rivais com sucesso na Fórmula 1: “Vejo os pilotos contra quem corri em bom plano na F1 e isso relaxa-me um pouco. Estou satisfeito por os ver na F1 a desfrutarem da sua vida, e eu estou a desfrutar da minha”, afirma.

Os nossos artigos mais recentes