Partilhe

Fernando Alonso sugeriu recentemente que o sistema de proteção Halo precisa de ser removível, depois de ver o que aconteceu com Kevin Magnussen durante os treinos livres, na Malásia.

O Renault de Kevin Magnussen pegou fogo, obrigando o piloto dinamarquês a sair rapidamente do carro e, após o incidente, levantaram-se dúvidas sobre se o Halo não teria prejudicado Magnussen, caso estivesse instalado na altura.

“Quando experimentei o Halo em Singapura, uma das coisas que me chamou mais à atenção foi que sair do carro era um pouco desconfortável, tendo em conta onde tens de pôr os pés e por onde saltar”, disse Fernando Alonso.

“Foi por isto que eles adiaram a introdução do Halo, para termos a certeza de que testamos todas as possibilidades.”

“Talvez haja uma maneira de fazer o Halo de alguma forma removível, de maneira a que possamos sair do carro mais rapidamente”, sugeriu o piloto espanhol.

Relembre-se que o sistema Halo era para ser introduzido na Formula 1 no próximo ano, mas a sua implementação foi adiada para 2018, de modo a que a FIA possa conduzir mais testes.

Os nossos artigos mais recentes