Partilhe

Fernando Alonso, campeão do mundo em 2005 e 2006, continua a ser um dos maiores críticos da Formula 1 atual, insistindo que se os carros de 2017 não forem mais excitantes de pilotar, irá considerar dar seguimento à sua carreira noutra categoria.

“Tenho vindo a dizer a mesma coisa há 2 anos. Eu acho que os carros de hoje em dia são menos atrativos”, começou por dizer.

“São carros demasiadamente normais, mais aborrecidos. Por exemplo, hoje [referindo-se à corrida de Singapura], passamos a corrida a poupar pneus, a poupar combustível, e isso vai contra o instinto de um piloto, que é puxar até ao limite.”

“Os carros do próximo ano vão ser mais rápidos, mais físicos, e eu tenho esperança de que a Formula 1 volte a ser atrativa para os pilotos.”

“Continuar ou não, não quer dizer que eu esteja a pensar na reforma. Há outras coisas que eu quero fazer.”

Por fim, Alonso acrescentou: “Se os carros forem excitantes de pilotar e se te deixarem com aquele sentimento de surpresa que a Formula 1 sempre teve, então serão divertidos, independentemente dos resultados. Daqui a 12 meses vamos ver se quero continuar.”

Os nossos artigos mais recentes