Partilhe

Lewis Hamilton saiu mais cedo do dia de testes da Pirelli em Abu Dhabi, depois de se sentir mal ao fim de algumas voltas. Estava previsto que fosse Pascal Wehrlein e não o britânico a rodar no Mercedes esta terça-feira, mas o construtor de pneus italiano decidiu alterar os planos.

O jovem alemão da Manor só deveria assumir o cockpit de tarde, mas entrou ao serviço mais cedo porque Hamilton não se estava a sentir bem. Além da Mercedes, estão também em pista a Ferrari (Kimi Räikkönen) e a Red Bull (Daniel Ricciardo).

Recorde-se que estes testes são a derradeira avaliação aos novos pneus Pirelli para a Fórmula 1 a partir de 2017, que são mais largos do que os das últimas temporadas. Para o efeito estão a ser usados monolugares de 2015 modificados para simular a aerodinâmica de 2017.

Os nossos artigos mais recentes