Partilhe

Henrique Chaves falhou o pódio por pouco na segunda corrida da Fórmula Renault 2.0 Eurocup no Estoril. Numa prova em que queria brindar os adeptos com um pódio, o português partiu do quarto posto e depois do arranque ocupou o primeiro lugar por instantes, mas a falta de tracção relegaram-no ao quinto lugar final.

Após a corrida, Chaves explicou que “tentei logo ir para primeiro, estive em primeiro por breves instantes, caí depois para segundo com a falta de tracção, depois logo para terceiro, mas com o decorrer das voltas o monolugar começou a perder tracção. O set-up não foi o adequado. Se a pista tivesse secado mais depressa poderíamos ter lutado pelo pódio”, diz.

Chaves lamentou não ter podido oferecer o pódio aos adeptos, dizendo ao AutoRacing que “sou o único piloto no paddock que ganhou sem vencer uma corrida. Todo o apoio que me estão aqui a dar é como uma vitória. Agradeço a todos o apoio que vieram dar, infelizmente não pude oferecer-lhes um pódio. Espero poder lutar na próxima época, se correr”.

No fim da época, o balanço de Chaves não é positivo: “Mais baixos que altos. Tive alguns momentos altos bons – no Mónaco, na Hungria, na Áustria. Aqui terminei com um top 5 e um quarto lugar na qualificação que poderia ter sido uma pole position. Mas é uma época negativa. Queria acabar em alta perante o público português, mas acho que não foi um mau resultado”, conclui, admitindo as possibilidades de fazer uma terceira época na Fórmula Renault 2.0 ou de parar de correr.

Os nossos artigos mais recentes