Partilhe

O responsável do circuito de Hockenheim confirma os rumores: o traçado não vai receber o GP da Alemanha do próximo ano, falhadas as negociações com Bernie Ecclestone. O calendário da próxima época deve assim ficar com 20 corridas.

Georg Seiler, director de Hockenheim, revelou à publicação AutoBild que “não houve uma oferta que excluísse todos os riscos económicos. Isso sempre foi nosso pré-requisito. É uma pena, mas não uma surpresa, considerando que a data estava sujeita a confirmação e não houve um acordo entre a F1 e Hockenheimring”.

Não era novidade que o GP da Alemanha estava em sério risco de voltar a sair da F1 em 2017, com Bernie Ecclestone a explicar ao site Motorsport.com aquando do GP do Brasil que “eles disseram que poderiam continuar com os mesmos termos e condições dos últimos dois ou três anos, o que não é bom para nós”.

Os nossos artigos mais recentes