Partilhe

De acordo com Yusuke Hasegawa, responsável máximo da Honda na Formula 1, a marca nipónica planeia gastar os últimos 3 tokens que lhe restam no Grande Prémio da Malásia.

No entanto, este último update de 2016 é também sinónimo de penalizações e com o aproximar do Grande Prémio do Japão, a Honda terá todo o interesse em evitar ser penalizada em casa, perante o seu público.

“Introduzimos um novo update em Spa e nessa altura faltavam 9 corridas, portanto ainda precisamos de introduzir um novo motor”, disse Hasegawa.

“Se dividirmos as 9 corridas, teria de ser na Malásia, Japão ou Estados Unidos.”

“Não queremos ser penalizados no Japão, portanto Malásia faz sentido. Ainda estamos a discutir isso com a equipa. Os fãs não nos vão deixar ser penalizados no Japão.”

Quando questionado sobre se os dois pilotos, Button e Alonso, iam receber o update ao mesmo tempo, Hasegawa disse: “Isso é outro assunto a ser discutido. Eu não quero ver os dois carros no fundo da grelha.”

A Ferrari é atualmente a única equipa que já gastou todos os tokens que podia utilizar em 2016, à Honda restam-lhe 3, que poderão ser gastos já no próximo Grande Prémio, enquanto que Mercedes e Renault ainda têm 6 e 18 tokens disponíveis, respetivamente.

 

Os nossos artigos mais recentes