Partilhe

É de olhos postos no pódio que a Hyundai enfrenta o Rali da Catalunha, ronda caseira para Dani Sordo, um dos pilotos do construtor sul-coreano. Thierry Neuville, Hayden Paddon e Kevin Abbring completam o line-up dos sul-coreanos para a etapa espanhola do Mundial de Ralis (WRC).

Sordo vai estar a correr em casa, esperando pelo menos repetir o terceiro lugar da temporada passada: “Terminámos no pódio em 2015 e não há razão para não podermos objectivar isso novamente para este ano. Quero sempre fazer o meu melhor, mas talvez um pouco mais quando estou em casa”, refere, realçando também que “é sempre um sentimento fantástico correr diante do meu público caseiro. O Rali da Catalunha é um ponto alto da minha época”.

Também Neuville tem aspirações a terminar num dos três primeiros lugares e assim continuar na luta pelo vice-campeonato contra Andreas Mikkelsen. O belga lembra as dificuldades acrescidas pela conjugação de asfalto e terra batida, mas acredita que pode continuar “a boa série de resultados dos últimos ralis. Foi a minha primeira prova no WRC, em 2009, por isso guardo memórias especiais. Depois do pódio na Córsega, o meu foco vai ser assegurar outro pódio”.

Também na luta pelo vice-campeonato está Paddon, que tem em Espanha uma das provas preferidas por ser em piso misto. Garante que o objectivo é “estar forte nas primeiras especiais em terra batida para poder ficar em boa posição para os troços em asfalto. Acredito que podemos ter um fim-de-semana positivo”.

Quanto a Abbring completa o seu segundo rali consecutivo, encarando a participação no Rali da Catalunha como “mais uma boa oportunidade para me desenvolver. O piso misto de terra batida e asfalto vai ser um desafio fascinante, e espero que nos permita demonstrar a nossa experiência combinada. Esperamos por uma prova sem problemas para podermos pontuar”.

Os nossos artigos mais recentes