Partilhe

Depois de ter pontuado no Grande Prémio da Rússia, Kevin Magnussen regressou aos pontos em Singapura. Um resultado que se torna ainda mais surpreendente quando se tem em conta as adversidades que o piloto dinamarquês teve de enfrentar durante as quase duas horas de corrida.

O sistema que permite aos pilotos beber durante a corrida avariou, logo de inicio, no Renault de Kevin Magnussen. E isto, num Grande Prémio em que os pilotos chegam a perder até 4Kg durante a corrida, tornando aquele que já é o Grande Prémio mais duro da temporada num autêntico inferno.

No entanto, esta não é a primeira vez que Magnussen sofre uma falha do género no Grande Prémio de Singapura. Em 2014, ao serviço da McLaren, a água que chegava até ao piloto estava a escaldar, dificultando seriamente o processo de hidratação do piloto.

Os nossos artigos mais recentes