Partilhe

Faltam apenas quatro meses para o rally de Monte Carlo e para o regresso da Toyota ao WRC. Tommi Mäkinen e a sua equipa trabalham a fundo para que tudo esteja preparado para o evento. ‘Estamos bem dentro do timing previsto, o carro já percorreu cerca de 6.000 Km de testes. Penso que podemos estar satisfeitos com a atual situação, embora existam certos aspetos a exigir ainda desenvolvimento’ comentou Mäkinen. Estranho seria se o carro já não tivesse por onde evoluir, pois como se sabe, o ano de estreia vai acabar por servir também para ‘aprendizagem em competição’:

‘Vamos continuar a desenvolver o carro até o final do ano, mas o Yaris WRC deve estar pronto até ao final de outubro e só depois faremos o teste de asfalto. Os pisos de terra requerem muito mais trabalho no carro, o asfalto é mais fácil’ acrescentando ainda que, ‘Para já é impossível fazer comparações com a concorrência, mas temos confiança em nós e na nossa experiência‘, disse, confiante, mas a verdade é que Mäkinen saberá que luta pelas vitórias é ‘coisa’ para demorar um pouco:

‘As vitórias não estão na agenda no primeiro ano, a equipa estará pronta quando todas as peças do quebra-cabeças estiverem perfeitamente integradas. Temos que ser realistas, mas sinto-me confiante. Um pódio no primeiro ano seria bom, mas vai ser uma temporada para melhorar, analisar e em que espero muito suor’ disse Mäkinen que tem consciência da necessidade de ter um bom carro, para reforçar a equipa: ‘Precisamos de ter um bom carro, para que possamos posteriormente, em 2018, seduzir os pilotos, pois nessa altura o mercado pode ser bastante diferente’, disse.

Os nossos artigos mais recentes