Partilhe

O contrato do piloto sueco com a Sauber termina no final da época e, apesar de ser muito próximo dos novos donos, Marcus Ericsson tem mantido contactos com outras equipas. Há já 3 anos na Formula 1, Ericsson espera que 2017 seja o ano em que possa mostrar todo o seu potencial.

“Temos falado com várias equipas, incluíndo a Sauber, mas não existem muitos lugares disponíveis, vamos ver o que acontece nas próximas semanas.”

“Não está nada decidido, mas espero saber em breve. O principal objetivo é continuar na Formula 1 na melhor equipa possível.”

Quando questionado sobre se estaria em contacto com Williams, Renault e Force India, Ericsson respondeu com um “sim”. Quanto à Manor, disse: “Também temos falado com eles.”

“Obviamente não depende só de mim, mas penso que é importante manter todas as opções em aberto.”

“Vou para a minha quarta época no próximo ano, portanto estou desejoso de estar num carro mais competitivo e mostrar aquilo de que sou capaz”, acrescentou.

Sem se alongar muito, Ericsson revelou que a melhor opção para ele seria mesmo a Williams que, como já se sabe, vai perder Felipe Massa no final da época. No entanto, Felipe Nasr ou Lance Stroll são apontados como favoritos ao lugar do piloto brasileiro.

 

Os nossos artigos mais recentes