Partilhe

A África do Sul vai estrear-se no calendário do Mundial de Ralicross já em 2017, com o traçado de Killarney, na Cidade do Cabo, a receber uma ronda do campeonato. O acordo com o promotor do campeonato (a IMG) é para vários anos.

Paul Bellamy, responsável da IMG para o Mundial de Ralicross, lembra que é o único campeonato mundial da FIA a visitar o sul de África, acreditando que “o circuito de Kilarney é um local fantástico onde podemos criar uma etapa verdadeiramente sensacional. O próximo ano será o primeiro em que um evento de ralicross vai decorrer no continente africano, e estamos muito entusiasmados por levar o desporto a um novo continente”.

Já o director-executivo do Killarney International Raceway, diz que “é uma grande adição ao nosso calendário anual e os espectadores podem estar ansiosos por um evento internacional e de classe mundial”. Alderman Ian Neilson, vice-presidente executivo da Câmara da Cidade do Cabo, acredita em benefícios para a economia local e que “o evento vai também contribuir positivamente para o turismo, para o marketing da Cidade do Cabo como destino preferido, e vai ajudar este desporto a crescer na África do Sul e no resto de África”.

O complexo de Killarney foi construído em 1947 na Cidade do Cabo com a Table Mountain como pano de fundo, mas vai ter uma nova pista permanente de ralicross cuja construção vai começar daqui a algumas semanas.

Os nossos artigos mais recentes