Partilhe

Nuno Matos é o novo campeão nacional de todo-o-terreno, graças ao terceiro lugar na Baja Portalegre 500. Foi um título conquistado já na parte final da 30ª edição da prova alentejana, ganha novamente por Ricardo Porém.

O piloto de Leiria, ao volante de um MINI, dominou a Baja Portalegre desde início, limitando-se a gerir a sua vantagem na tarde de sábado. Terminou com cerca de cinco minutos de vantagem para Xavier Pons e é o primeiro a vencer a conceituada prova três vezes consecutivas.

Na luta pelo título do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno (CNTT) João Ramos esteve praticamente sempre à frente de Nuno Matos, mas no sector selectivo de sábado à tarde teve problemas eléctricos e de motor na Toyota, sofrendo ainda um furo a 10km do fim e problemas de direcção assistida.

Já Nuno Matos, a correr em casa, teve um susto na recta final, ficando sem direcção assistida na entrada para a ribeira. Teve também um furo e o seu Opel Mokka a sobreaquecer, mas chegou à meta com o terceiro posto final. Alejandro Martins e Reinaldo Varela encerraram os cinco primeiros, à frente de João Ramos (sexto).

Entre os principais pilotos destacam-se dois abandonos, ambos no SS3: Helder Oliveira e Miguel Barbosa, que estava a dominar entre os pilotos do CNTT antes dos problemas mecânicos afectarem o seu Mitsubishi.

Pedro Dias da Silva levou a melhor no Desafio Total Mazda à frente de Etelvino Carvalho e João Rato, enquanto Tiago Reis foi o vencedor absoluto da prova nacional.

Resultados finais completos aqui.

Os nossos artigos mais recentes