Partilhe

Dietrich Mateschitz garante que a Red Bull nunca pensou em abandonar a Fórmula 1. O dono da marca de bebidas energéticas admite que existiram razões que poderiam desencadear essa decisão, que no entanto nunca foi hipótese. O futuro dos austríacos na categoria-rainha foi alvo de bastante especulação, sobretudo no ano passado, com o fim da ligação oficial à Renault.

Em entrevista ao jornal espanhol Marca, Mateschitz esclarece que “nunca pensámos abandonar a F1”, admitindo no entanto que “existiram circunstâncias que podiam ter-nos feito escolher esse caminho – por exemplo se não tivéssemos conseguido assegurar o fornecimento de unidades motrizes”.

De pedra e cal na F1, a Red Bull quer voltar aos títulos, e Mateschitz acredita que isso pode acontecer rapidamente: “Sim, vamos ver outro Red Bull campeão” – respondeu quando lhe perguntaram sobre a possibilidade de ver um monolugar austríaco campeão em breve – “E desejamos muito que isso aconteça”, garante.

Os nossos artigos mais recentes