Partilhe

Nico Rosberg continua “nas nuvens” com o título de Fórmula 1, admitindo que os dias após a conquista do título têm sido de fortes emoções, destacando o facto de ter “repetido” o feito que o seu pai, Keke Rosberg, alcançou há 34 anos.

Num evento da Petronas, o piloto alemão da Mercedes afirma que “trabalho para isto há 25 anos, a minha vida inteira, e domingo foi extremamente intenso. Mas depois foi fantástico partilhar o título com todos, especialmente com a equipa. A Mercedes é a minha família na F1, estamos juntos nisto desde o primeiro dia em 2010, e agora somos os melhores do mundo”.

Rosberg admite que foi particularmente especial ganhar um título que o seu pai também ganhou: “Um dos pontos mais emotivos é conquistar o que o meu pai conquistou há 34 anos. Os meus pais preparam-me um vídeo dos meus primeiros dias no karting que nunca tinha visto antes. Chorei quando o vi na noite de domingo, pensando no apoio de ambos ao longo destes anos. As últimas 48 horas têm sido repletas de emoções inacreditáveis”, revela.

O novo campeão mundial de F1 realça também a luta que tem travado com Lewis Hamilton, considerando o seu colega da Mercedes “um dos melhores pilotos do mundo – dos melhores de sempre, seguramente – por isso é incrivelmente intenso correr com ele. Tenho um grande respeito por ele porque ele faz um trabalho incrível, tem estado muito bem ao longo dos anos e no domingo lutou até ao último metro”.

Os nossos artigos mais recentes