Partilhe

Nico Rosberg, como é habitual após cada Grande Prémio, fez uma pequena sessão de perguntas e respostas no seu Facebook, em vídeo, e pronunciou-se sobre alguns dos acontecimentos da corrida, como o acidente com Vettel, a luta com Kimi Raikkonen e o abandono de Lewis Hamilton.

“Fiz um bom arranque, ia por fora, lado a lado com o Lewis e senti um grande estrondo na traseira, que me fez rodar. Pensei que estava tudo acabado, que o carro estava muito danificado e que não ia poder continuar, mas surpreendentemente o carro estava bem”, começou por dizer Rosberg em relação ao incidente com Vettel.

Durante o pequeno vídeo que publicou, Rosberg diz que Sebastian Vettel já lhe pediu desculpas: “O Sebastian acabou de me ligar para pedir desculpa, o que é bom. Não me devolve os pontos que perdi, mas é sempre bom ouvir isso.”

Sobre a luta com Kimi Raikkonen, o piloto alemão admite ter sido muito agressivo, acabando por aceitar a sanção que lhe foi aplicada: “Na luta com o Kimi a minha manobra foi muito agressiva, sem dúvida, e aceito receber uma penalização por isso. Felizmente não prejudicou o meu resultado.”

Em relação ao desfecho do Grande Prémio e o abandono do seu companheiro de equipa, Rosberg não esconde que preferia que tivesse acontecido de outra forma: “Queria ter ganho a corrida, era esse o meu objetivo, mas terminar em 3º lugar não é mau, tendo em conta o que se passou. Em termos de pontos, foi um bom dia para mim, mas não pelas razões certas, porque preferia tê-lo conseguido por mérito próprio.”

“Percebo o que se está a passar com o Lewis, também já me aconteceu e é horrível quando mereces ganhar uma corrida e a tecnologia te deixa ficar mal. Percebe-se perfeitamente”, concluiu Rosberg.

 

Os nossos artigos mais recentes