Partilhe

Terminaram esta terça-feira os testes de Fórmula 1 da Pirelli para avaliar os pneus de 2017, depois de 24 dias de ensaios ao longo da época. O último dia de trabalhos, no traçado de Yas Marina em Abu Dhabi, contou novamente com monolugares de 2015 modificados para simular a aerodinâmica da próxima época.

O construtor de pneus italiano testou diversos protótipos, estruturas, especificações e compostos distintos, em condições de piso seco e quente. Estiveram três monolugares em acção, completando 331 voltas (cerca de 1.839km). Kimi Räikkönen tripulou o Ferrari, Lewis Hamilton e Pascal Wehrlein comandaram o Mercedes, e Daniel Ricciardo e Max Verstappen dividiram o Red Bull.

Paul Hembery, director desportivo da Pirelli, diz que os trabalhos em Abu Dhabi correram “de acordo com o planeado e conseguimos recolher os dados que precisávamos graças aos monolugares da Mercedes, Red Bull e Ferrari. Sem eles teria sido impossível levar a cabo este intenso programa de desenvolvimento”.

Concluído o período de ensaios em pista, ainda falta o mais difícil: “Começa agora o trabalho árduo, com a recolha e análise dos resultados dos 24 dias e cerca de 12 mil quilómetros de testes para definir os pneus com que vamos correr na próxima temporada”, explica Hembery. A estreia dos novos pneus nos monolugares de 2017 vai ser nos testes oficiais de Fevereiro.

Os nossos artigos mais recentes