Partilhe

Tiago Monteiro assegura que não há ordens de equipa na Honda para a ponta final do Mundial de Carros de Turismo (WTCC). O português é o segundo classificado em igualdade pontual com Yvan Muller (Citroën), já sem hipóteses de chegar ao título, mas os seus colegas de equipa, Robert Huff e Norbert Michelisz, estão na corrida ao segundo lugar.

Com quatro pilotos na luta pelo posto de vice-campeão, Monteiro antecipa a ronda da China deste fim-de-semana dizendo que “o objectivo é assegurar o segundo lugar no campeonato de pilotos. Qualquer um dos pilotos da Honda pode acabar nessa posição e não há ordens de equipa, que é exactamente como deve ser. Espero que outras equipas tenham a mesma abordagem”.

Traçando objectivos concretos para Xangai, o portuense lembra que é o palco do seu primeiro triunfo com a Honda, acreditando que “com base nas nossas prestações com muito lastro nas últimas rondas, esta deve ser uma boa oportunidade como equipa para voltar a vencer”. Recorde-se que na China os Citroën C-Elysée são os que mais peso adicional levam – 80kg, contra os 60kg dos Civic WTCC.

Os nossos artigos mais recentes