Partilhe

Foi na última volta do campeonato que Tiago Monteiro selou o terceiro lugar final no Mundial de Carros de Turismo (WTCC). O português superou Yvan Muller nas derradeiras curvas da corrida principal do Qatar para alcançar o quinto posto, num final de época emocionante em que o vencedor foi Mehdi Bennani.

Bennani (Citroën) arrancou da pole position e liderou do princípio ao fim, tendo sempre Thed Björk por perto. O sueco, com menos 80kg no seu Volvo, ainda ameaçou o marroquino, mas nunca esteve em condições de tentar a ultrapassagem, terminando a pouco mais de um segundo do vencedor. Mais atrás, José-María López teve uma prova relativamente solitária rumo ao terceiro lugar, na sua despedida do WTCC.

O safety car foi chamado a intervir logo na primeira volta depois de incidentes entre Hugo Valente e Nicky Catsburg, e Tom Chilton e Robert Dahlgren. No reinício, Tiago Monteiro subiu de sétimo a sexto ficando logo atrás de Michelisz, em posição de assegurar o terceiro lugar no campeonato.

No entanto, pouco depois, o húngaro superou Gabriele Tarquini, enquanto o português perdeu lugares para o italiano e para Yvan Muller num momento particularmente agressivo (mas limpo) da corrida.

O Honda de Monteiro não estava nas melhores condições, mas o piloto luso encetou uma recuperação sensacional, que começou com a ultrapassagem a Tarquini para o sexto posto e terminou nas últimas curvas – o português aproveitou as dificuldades de Muller para conquistar o quinto lugar nos instantes finais da época.

Na primeira corrida, ficou para a história o último triunfo da Lada – e provavelmente de Gabriele Tarquini – no WTCC, com o italiano a superar Tom Chilton depois da intervenção do safety car. Quanto a Tiago Monteiro, foi forçado a abandonar com danos no seu Honda na sequência de um toque de José-María López – ficando aí sem hipóteses de ser vice-campeão.

Resultados (Corrida principal):

Pos. Piloto Equipa/Carro Tempo/Dif.
Mehdi Bennani S. Loeb Racing/Citroën 15 voltas
Thed Björk Polestar Cyan/Volvo + 1,176s
José-María López Citroën + 4,815s
Norbert Michelisz Honda Team JAS + 10,575s
TIAGO MONTEIRO Castrol Honda + 11,827s
Yvan Muller Citroën + 12,390s
Gabriele Tarquini Lada Sport Rosneft + 14,994s
Robert Huff Castrol Honda + 17,037s
Tom Coronel ROAL/Chevrolet + 18,379s
10º James Thompson All-Inkl Münnich/Chevrolet + 20,819s
11º Ferenc Ficza Zengo/Honda + 21,758s
12º Grégoire Demoustier S. Loeb Racing/Citroën + 31,109s
13º John Filippi Campos/Chevrolet + 38,393s
14º Nicky Catsburg Lada Sport Rosneft + 1m16,469s
15º Dániel Nagy Zengo/Honda + 1 volta
DNF Tom Chilton S. Loeb Racing/Citroën 8 voltas completadas
DNF Robert Dahlgren Polestar Cyan/Volvo 0 voltas completadas
DNF Hugo Valente Lada Sport Rosneft 0 voltas completadas
Volta mais rápida: Thed Björk; 2m03,919s

 

Resultados (primeira corrida):

Pos. Piloto Equipa/Carro Tempo/Dif.
Gabriele Tarquini Lada Sport Rosneft 14 voltas
Tom Chilton S. Loeb Racing/Citroën + 5,321s
Robert Huff Castrol Honda + 5,930s
Yvan Muller Citroën + 7,608s
Norbert Michelisz Honda Team JAS + 9,070s
Thed Björk Polestar Cyan/Volvo + 9,675s
Robert Dahlgren Polestar Cyan/Volvo + 10,255s
Nicky Catsburg Lada Sport Rosneft + 10,871s
José-María López Citroën + 11,591s
10º James Thompson All-Inkl Münnich/Chevrolet + 15,375s
11º Dániel Nagy Zengo/Honda + 16,274s
12º Tom Coronel ROAL/Chevrolet + 16,721s
13º Ferenc Ficza Zengo/Honda + 17,227s
14º John Filippi Campos/Chevrolet + 21,173s
15º Grégoire Demoustier S. Loeb Racing/Citroën + 28,724s
16º Mehdi Bennani S. Loeb Racing/Citroën + 30,548s
DNF Hugo Valente Lada Sport Rosneft 4 voltas completadas
DNF TIAGO MONTEIRO Castrol Honda 0 voltas completadas
Volta mais rápida: Gabriele Tarquini; 2m01,760s

Os nossos artigos mais recentes