Partilhe

Sebastian Vettel diz que a Ferrari “não se pode orgulhar” da sua época de 2016, depois de não ter conseguido lutar pelo campeonato. No entanto, o alemão acredita que a equipa foi mais forte do que os resultados sugerem.

A equipa italiana começou o ano com o objetivo de desafiar a Mercedes na luta pelo título, mas não conseguiu vencer corridas e vai terminar na terceira posição da classificação, atrás da Red Bull.

Vettel, quarto na classificação dos pilotos, ainda acredita que a Ferrari deu um passo em frente em relação ano passado, quando ganhou três corridas, mas admite que a equipa não conseguiu cumprir com os seus objetivos.

“Resumindo, acho que o carro foi um passo muito bom em relação ao ano passado”, disse Vettel. “Penso que o nosso desempenho foi melhor do que os resultados têm mostrado, mas as circunstâncias nem sempre foram as melhores.

“Ainda assim, não podemos estar orgulhosos deste ano, porque entramos na temporada a querer lutar pelo campeonato e não aconteceu, por isso o alvo para o próximo ano é muito claro.

“É um desafio enorme para todas as equipas, incluindo nós mesmos, preparar os carros para o próximo ano com tantas mudanças, mas é para isso que cá estamos.”

Apesar de uma época dececionante, o alemão considera que a Ferrari tem sido injustamente criticada.

“Acho que o nosso ponto mais forte é a experiência da equipa”, disse. “Muitas vezes eles são criticados, mas não acho que haja motivo para isso, estamos a trabalhar muito, as pessoas estão muito focadas.”

Vettel acredita que a Ferrari pode ainda ter um bom final de época em Abu Dhabi, onde espera que o seu carro se adeqúe bem à pista.

“Nós estamos aqui para lutar. Já disse muitas vezes que esta época não correu como queríamos, mas estamos aqui para lutar até ao fim. No geral deve ser uma boa pista para nós.”

Os nossos artigos mais recentes