Partilhe

Sébastien Ogier já testou o Toyota para o Mundial de Ralis (WRC) do próximo ano, menos de uma semana depois de terminar a temporada de 2016. Há rumores que os asiáticos podem ter em cima da mesa um contrato de 10 milhões de euros para o francês, que está a trabalhar para definir o seu futuro depois da saída da Volkswagen do campeonato.

De acordo com a imprensa internacional, o teste com o carro japonês decorreu durante dois dias em asfalto e terra na região de Tarragona, Espanha. O tetracampeão mundial terá reconhecido o potencial do Yaris WRC mas sem ficar totalmente satisfeito – as suspensões terão sido apontadas por Ogier como um ponto fraco.

Neste momento, a cerca de dois meses do Rali de Monte Carlo, a Toyota só confirmou oficialmente Juho Hanninen, com Esapekka Lappi, Jari-Matti Latvala e Teemu Suninen a serem apontados para a recém-regressada equipa nipónica.

Quanto a Ogier, a M-Sport tem surgido com a opção mais forte, devendo testar o Ford Fiesta RS WRC de 2017 ainda esta semana, na Grã-Bretanha. O francês pretende ainda rodar no carro da Citroën antes de tomar uma decisão final sobre o seu futuro.

Os nossos artigos mais recentes