Partilhe

Agora é oficial: a Volkswagen vai deixar o Mundial de Ralis (WRC) no fim da temporada, resumindo a sua participação desportiva aos programas-cliente – a oferta continua a incluir o Golf GTI TCR e o Beetle GRC de ralicross, juntando-se um novo Polo com especificações R5 para ralis em 2018.

É o fim de uma passagem muito bem-sucedida da Volkswagen pelo topo dos ralis, com todos os títulos conquistados nas quatro épocas de participação no WRC – 12 entre pilotos, co-pilotos e construtores.

Resta agora saber do futuro de Sébastien Ogier, Jari-Matti Latvala e Andreas Mikkelsen, que ficam no mercado numa altura em que há poucas vagas restantes no WRC para a próxima época. Quanto aos restantes funcionários, a marca garante que têm o emprego assegurado.

Frank Welsch, da direcção do construtor de Wolfsburgo, explica que a introdução da energia eléctrica nos seus veículos é uma prioridade: “A marca está a enfrentar desafios enormes. Com a expansão da electrificação da nossa gama devemos centrar todos os nossos esforços nas tecnologias importantes para o futuro”, refere.

O responsável diz também que, ultrapassados os objectivos no WRC, “estamos a reorganizar o programa desportivo e a focar mais claramente a tecnologia automóvel do futuro”. Adianta ainda que o futuro desportivo vai passar a centrar-se nos clientes, anunciando que “vamos desenvolver um novo Polo conforme aos regulamentos R5” baseado no Polo da próxima geração e disponível a partir de 2018.

Este carro junta-se aos já existentes para clientes: Golf GTI TCR das TCR Series e o Beetle GRC de ralicross, cujo sucesso no campeonato norte-americano Global Rallycross coloca em equação uma possível expansão das actividades na modalidade.

Sven Smeets, director desportivo da Volkswagen, recorda o sucesso do construtor no WRC e acrescenta que “estamos cientes dos grandes desafios que toda a empresa enfrenta. Queremos que o nosso realinhamento contribua para o sucesso da marca. De agora em diante o foco está nas tecnologias de futuro no automobilismo e nos programas-cliente, onde nos vamos posicionar de forma mais ampla e atractiva”.

Os nossos artigos mais recentes